NOTÍCIAS

Ilhabela antecipa campanha de imunização contra Febre Amarela para dia 25 de janeiro

Pin it +1

Em 2018 a Secretaria de Saúde já aplicou cerca de 700 doses da vacina

 

A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Saúde e das divisões de Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica, antecipou a campanha de vacinação contra a Febre Amarela para o dia 25 de janeiro, conforme o anúncio do Governo do Estado de São Paulo.

“A Secretaria Municipal de Saúde trabalha no planejamento desta campanha em todos os seus detalhes devido a sua dimensão, já que atenderá toda a população do município a partir dos nove meses de idade”, declarou o prefeito, Márcio Tenório.

Prevendo a grande procura para a aplicação da vacina, todas as Unidades Básicas de Saúde farão o reagendamento de consultas, que estão marcadas para o dia 25, as equipes estarão focadas na campanha, além disso, as UBS’s terão horário estendido neste dia, prestando atendimento das 7h às 19h. Haverá ‘Dias D’ nos sábados 3 e 17 de fevereiro, data prevista para encerramento da campanha. Em ambas as datas, os postos de saúde do município estarão abertos em regime especial para atender a população

“Desde os primeiros casos da doença no Estado de São Paulo, a procura pela vacina aumentou e, antevendo a demanda no início da campanha, estamos ajustando tudo para melhor atender os munícipes, fornecendo todas as informações necessárias sobre a campanha de vacinação”, disse o secretário de saúde, Marco Antônio Gênova.

Atualmente o município possui doses da vacina contra a Febre Amarela e segue as normativas estabelecidas pelo Ministério da Saúde disponibilizando apenas para viajantes, ou seja, pessoas que estão de viagem marcada para fora do país, ou aqueles que vão para áreas de risco para transmissão.

A vacina é encontrada nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros do Itaquanduba, Barra Velha e Costa Sul. Este ano já foram vacinadas 700 pessoas e a meta para a campanha é de chegar a 30 mil. A Secretaria de Saúde salienta que a vacina não é e nem será aplicada no Hospital Municipal Mário Covas.

Àqueles que tiverem dúvidas sobre a necessidade de tomar a vacina ou não, devem procurar as Unidades de Saúde para receber as instruções ou procurar a equipe da Vigilância Epidemiológica na Secretaria de Saúde.