NOTÍCIAS

Prefeito de Ilhabela acompanhará reerguimento de Cruzeiro alvo de vandalismo no Bonete

Pin it +1

O prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, acompanhará a cerimônia de reerguimento do Cruzeiro da capela católica na comunidade do Bonete de Santa Verônica, amanhã (30), às 11h. A reforma e revitalização do cruzeiro foi realizada pela Prefeitura, por meio das Secretarias de Cultura e Serviços Urbanos, após um ato de vandalismo contra o monumento histórico feito no último dia 17.

Na ocasião, Mário Tenório estará acompanhado pelo padre Alessandro Coelho, pároco responsável pela Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Barra Velha) que coordena a Capela de Santa Verônica, no Bonete. “Acompanhei, com tristeza, às informações do pároco Alessandro Coelho sobre o lamentável episódio da destruição do Cruzeiro histórico do Bonete. Assim que soube da desrespeitosa atitude contra esse patrimônio histórico e cultural de nossa cidade determinei que o Departamento Especial de Segurança apurasse a ocorrência. É com grande prazer que reinauguraremos o Cruzeiro amanhã, uma data importante para toda a comunidade cristã”, destacou Tenório.

Já o padre Alessandro Coelho destaca a importância de uma comunidade que se reúne pra celebrar a sua fé e o respeito aos símbolos religiosos das mais variadas religiões.

O cruzeiro e sua base foram reformados pela equipe de manutenção da Secretaria de Serviços Urbanos e pela diretora de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura, Cintia Bendazzoli. Segundo o pároco responsável, na ocasião também haverá Celebração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e adoração da Cruz. O cruzeiro reformado será posto no mesmo local, enquanto um novo será erguido no cemitério da comunidade.

 

Capela de Santa Verônica

Santa Verônica, a homenageada da pequena capela na Comunidade do Bonete, viveu no primeiro século e, segundo conta a tradição cristã, foi ela que, em Jerusalém, enxugou a face de Jesus com um véu branco em seu caminho para o Calvário. De acordo com o legado o pano ficou com a impressão da imagem da face de Jesus.

Assim, a história de Santa Verônica tornou-se uma das mais populares da tradição cristã e o seu véu é uma das mais amadas relíquias da igreja. Verônica teria levado o véu para fora da Terra Santa e usado para curar o Imperador Tibérius de uma doença. O véu foi visto em Roma no século VIII e foi transferido para a Basílica de São Pedro em 1297 pelo Papa Bonifácio VIII.

Na pequena Capela de Santa Verônica é tradicionalmente realizada uma festa em homenagem à santa, todo mês de julho. Na ocasião, é celebrada uma Santa Missa em sua honra, com dizeres e cânticos em latim, além de festejos que, por tradição, sempre contaram com a participação de cantadores e violeiros locais.

Translate »