Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Ilhabela e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
15
15 ABR 2024
EDUCAÇÃO
Alunos da rede municipal de Ilhabela visitam Fórum na 2ª etapa do projeto “Cidadania e Justiça também se aprendem na escola”
enviar para um amigo
receba notícias
Alunos do 7º ano da E.M. Professora Anna Leite Julião Torres visitaram o Fórum de Ilhabela na última sexta-feira (12). Essa visita faz parte da 2ª etapa do projeto “Cidadania e Justiça também se aprendem na escola” e tem como objetivo aproximar as crianças e adolescentes do Poder Judiciário.

Durante o passeio, a Diretora do Fórum e titular da 1ª Vara Judicial, juíza Bruna Lyrio, e o Promotor de Justiça de Ilhabela, Dr. Raul Agripino, apresentaram todos os departamentos da instituição e mostraram na prática como funciona cada um. 

Mais de 50 alunos estiveram presentes, acompanhados de professores e um monitor. “Estar aqui é um sonho realizado, eu sempre quis conhecer o Fórum. E agora, com esse projeto, tenho aprendido mais sobre meus direitos e deveres. Penso até em me tornar juíza um dia”, contou a aluna Maíza Matos de Sousa. 

“Essa visita é muito importante, pois permite que os alunos conheçam de forma prática e dinâmica como funciona o Poder Judiciário”, ressaltou a Diretora do Fórum e titular da 1ª Vara Judicial, juíza Bruna Lyrio.

Sobre o Programa

O programa “Cidadania e Justiça também se aprendem na escola” surgiu da constatação, pela AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), do desconhecimento da maior parte da população a respeito das atribuições e do funcionamento do Poder Judiciário brasileiro. Ou seja, a sociedade sente-se distante da Justiça por não a conhecer.

Desenvolvido pela primeira vez em Ilhabela, o projeto conscientiza professores e estudantes, alcançando também seus pais e responsáveis, a respeito dos direitos e deveres dos cidadãos, além de mostrar como exercê-los e informar a estrutura e o funcionamento dos órgãos e serviços jurisdicionais. 

Como material de apoio, as crianças receberam a Cartilha da Justiça, que alerta sobre os deveres e esclarece os direitos básicos do cidadão, de forma lúdica, dinâmica e com linguagem simples.